Leica O-Series, de 1923, torna-se a máquina mais cara de sempre!

🕒 Tempo de Leitura | 40 seg

Leilões são tema bastante frequente por aqui, geralmente, em torno de carros, motos ou casas. Desta vez, o objecto de culto é outro, mais pequeno, mas os valores conseguem ser maiores. Falamos de uma Leica O-Series, de 1923, modelo que contou apenas com 25 unidades produzidas, sendo que todas elas foram desenvolvidas dois anos antes do lançamento do primeiro lançamento oficial da Leica, como máquinas de testes. Logo aí, já dá para terem uma ideia da preciosidade que está aqui em causa. Uma Leica nova já não é propriamente barata. Mas, quando se trata de uma com menos tecnologia e mais história, a coisa dispara para valores verdadeiramente astronómicos – 2,4 milhões de euros para sermos mais precisos. O leilão aconteceu recentemente na Westlicht Camera Auction, em Viena, Áustria. O recorde anterior pertencia também a uma Leica O-Series, e durava desde 2012.