“Clear Coffee”: o primeiro café incolor no mundo

🕒 Tempo de Leitura | 1 min e 20 seg

Para muitos de nós, a cafeína já é praticamente uma necessidade básica. Isto, claro, se não pretendermos passar o dia a bocejar e/ou espreguiçar de 5 em 5 minutos, em pleno escritório. Como é óbvio, beber café todos os dias (por vezes, mais que um ou dois) tem os seus custos. E não, não nos referimos à carteira. Referimo-nos, sim, ao estado em que o café deixa os dentes, especialmente quando não temos possibilidade de os escovar no momento a seguir ao bebermos – é sempre uma situação desconfortável. Das duas uma: ou reduzimos, ou continuamos a beber como dantes, mas simplesmente mudamos de café.

Apresentamo-vos o “Clear Coffee”, o primeiro café incolor no mundo. É isso mesmo. No que toca à aparência, é como se fosse água. Mas, como as aparências iludem, o sabor resulta de uma combinação de grãos de café Arabica de alta qualidade com água o mais pura possível. Criado por dois irmãos eslovacos, o “Clear Coffee” tem cerca de 50 mg de cafeína por cada 100 ml, e é vendido em garrafas de 200 ml, o que significa que a percentagem de cafeína é até superior à do típico café americano. Melhor ainda: não tem corantes, conservantes, açúcar ou aromas artificiais. O vídeo no fundo do artigo explica tudo.

Mais info aqui. (Conselho para os que ficaram rendidos: ao navegarem pelo site, façam-no no original eslovaco; assim, um pack com 2 embalagens (200 ml cada) custa-vos 5,20€ e um pack com 5 embalagens sai a 13€; se navegarem na versão traduzida para inglês, o preço sobe e os envios são feitos apenas para Reino Unido e EUA)